A estreia da cinebiografia de Michael Jackson, dirigida por Antoine Fuqua, está marcada para o dia 18 de abril e já vem causando grande expectativa entre os fãs do Rei do Pop. Após o término das filmagens, a equipe agora se dedica intensamente aos efeitos especiais, buscando capturar a essência do icônico Rei do Pop. Com uma abordagem inovadora, a produção promete surpreender o público ao retratar as diferentes fases da vida de Michael Jackson através da tecnologia de mapeamento facial e do uso de inteligência artificial.

Jaafar Jackson, sobrinho do lendário cantor, foi escolhido para interpretar Michael, um desafio que exigiu uma precisão meticulosa dos designers de efeitos visuais. Entre os talentosos profissionais está Karen Murphy, cujo currículo inclui trabalhos em filmes aclamados como “Titanic”, “Hugo” e “Blade Runner 2049”. Com sua vasta experiência, Murphy tem sido essencial para garantir que cada detalhe do rosto de Jaafar seja transformado de maneira fiel e impactante.

Murphy e sua equipe estão utilizando tecnologia de ponta para mapear o rosto de Jaafar, permitindo uma representação realista das diferentes fases da vida de Michael Jackson. A inteligência artificial irá desempenhar um papel crucial nesse processo, ajustando automaticamente os detalhes faciais para refletir as mudanças ao longo dos anos. Desde a época dos Jackson 5 até os anos de “Thriller” e além, cada fase será retratada com um nível de detalhe nunca antes visto em cinebiografias. Essa inovação não apenas celebra a vida e a carreira de Michael Jackson, mas também estabelece um novo padrão para futuros filmes do gênero.

Veja o exemplo do trabalho de Karen Murphy em “Blade Runner 2049” para entender a qualidade e a precisão dos efeitos visuais que ela trará para a cinebiografia de Michael Jackson:

Com a data de estreia se aproximando, os fãs estão ansiosos pelo lançamento do primeiro teaser, que deve ser divulgado em breve. “Michael,” promete oferecer uma exploração abrangente e autêntica da carreira e vida pessoal do lendário Rei do Pop, capturando tanto suas vitórias quanto suas derrotas.

One Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *